INFORMAÇÕES

Agora CryptoMarket é uma plataforma internacional

23 views 15 de abril de 2020 denise 0

Agora CryptoMarket é uma plataforma internacional

 

A partir de Dezembro de 2019 CryptoMarket se tornou a primeira Exchange Regulamentada da América do Sul pela legislação européia, que lidera globalmente a confecção de um marco jurídico a respeito da custódia e trading de criptomoedas.

Estônia e Blockchain

Estônia é o primeiro país do mundo completamente digitalizado, com iniciativas tais como a E-Govenance (1997) que permite que hoje 99% dos trâmites fiscais sejam realizados remotamente, a E-Voting (2005) sendo o primeiro país a realizar uma votação pela internet e o E-Residence (2014) que permite a cidadania digital.

Em contrapartida, sua transformação digital também alcançou a regularização financeira global, estabelecendo normas específicas para a obtenção de licença para o giro de custódia de ativos digitais e Exchange.

O processo de ambas licenças foi um trabalho árduo e complexo à CryptoMarket, no qual fomos submetidos a testes rigorosos de nossos protocolos de Conhecimento de Cliente (KYC), Prevenção de Lavagem de Dinheiro (AML), Financiamento ao Terrorismo (FT), segurança da informação, estrutura corporativa, garantias financeiras, entre outros.

Por isso, a obtenção dessas licenças é uma conquista de máximo prestígio e ratifica a empresa como um dos principais agentes de inovação financeira da região, demonstrando que cumprimos com os mais altos padrões internacionais.

O que isso significa para os clientes da CryptoMarket?

A Estônia, além de ser uma referência em tecnologia, é um dos países mais avançados do mundo em segurança cibernética e, para os clientes da CryptoMarket, é um poderoso sinal de que a empresa continua comprometida em oferecer os mais altos níveis de segurança e transparência em suas transações.

Isto se resume no cumprimento de parâmetros mais rigorosos associados à custódia dos seus ativos digitais.

Essa mudança afeta as transações realizadas no dia a dia pelos clientes?

Não afeta em nada. Os depósitos continuam sendo feitos em reais da conta bancária do cliente, que são transferidos para a conta da CryptoMarket Brasil, empresa que presta serviço de arrecadação. E da mesma maneira serão processados os saques.

Essa mudança afeta a perspectiva tributária?

O primeiro que devemos destacar é que a tributação é sobre nossa fonte de renda mundial. Quer dizer que, independente onde seja gerada a utilidade, temos que pagar imposto no nosso país.

Então, no caso de compra e venda de ativos digitais, a rendas que forem geradas com valor superior ao limite isento, estão sujeitas a cobrança de impostos de acordo com as normas da Receita Federal.

Was this helpful?